Skip to content

UP+
"...Quando o Senhor restaurou a sorte de Sião, ficamos como quem sonha. Então a nossa boca encheu-se de riso, e a nossa língua de cantos de alegria. Até nas outras nações se dizia: “O Senhor fez coisas grandiosas por este povo”.Sim, coisas grandiosas fez o Senhor por nós, por isso estamos alegres." Salmos 126:1-3

Festa das Primícias – 26/04/2015 às 10h

Publicado por admin - abril 22, 2015 - Eventos, festas

Qual o significado da Festa das Primícias?

Eis que, agora, trago as primícias dos frutos da terra que tu, ó SENHOR, me deste. Então, as porás perante o SENHOR, teu Deus, e te prostrarás perante ele. (Dt 26.10)

 A Festa das Primícias inspira-se na Festa da Colheita celebrada pelo povo de Israel no Antigo Testamento. Num gesto de fé e gratidão os israelitas separavam os primeiros frutos do cereal, do vinho, do azeite e da tosquia de ovelhas e levavam para a Casa do Senhor (Dt 18.4).

Eis o significado espiritual da Festa para nós:

“Eis que, agora, trago…”

O ato de participar é voluntário. A Festa das Primícias no Antigo Testamento não era um imposto ou uma obrigação. As mãos que haviam cultivado a terra eram as mesmas que voluntariamente depositavam no altar a oferta de gratidão. 

“…as primícias dos frutos da terra…”

Para Deus, os primeiros frutos. Não era o excedente, as sobras ou o produto avariado, mas os primeiros frutos.

“… terra que tu, o Senhor, me deste.”

A terra tem conexão com o céu. Nesta vida não somos donos de nada, nem sequer da própria vida. Qualquer bem que tenhamos, devemos reconhecer que o recebemos das mãos misericordiosas de Deus.

“Então, as porás perante o Senhor…”

O templo era o local definido para a entrega das Primícias. Embora cada pessoa possa e deva cultivar sua piedade particular, a reunião dos fiéis num local específico de culto, um templo, é testemunho público de consagração a Deus.

“… o Senhor, teu Deus…”

Sem a consciência de que o Deus de Abraão, Isaque e Jacó é também o meu Deus, qualquer oferta ou culto tornam-se vazios. Sem a primazia da oferta do coração a Deus, as demais ofertas não passam de retórica religiosa.

“… te prostrarás perante ele.”

A gratidão é a porta de entrada para a adoração. Só adora verdadeiramente quem comparece com verdadeira gratidão diante de Deus.

Celebre com alegria! Celebre com gratidão! Celebre com entusiasmo!

Compartilhe este artigo!

Compartilhe nas redes sociais.


Artigos Relacionados

É possível que sejam do seu interesse.

Comentários

O que você achou do artigo acima?